Retomada Econômica: Startups são apresentadas e recurso é liberado

Redigido por: Assessoria

Foi assinado nessa quinta-feira (30), no auditório da Prefeitura de Cascavel, o Decreto 15.416, que cria e institui o Plano de Retomada Econômica em Cascavel, as ações fazem parte da união de diversas secretarias e visam estimular e auxiliar no desenvolvimento da economia do município diante da pandemia do Covid-19 que o mundo vem enfrentando.

Durante a solenidade também foram apresentadas as 30 startups selecionadas do Edital Radar de Inovação e feita à liberação de R$ 300 mil em recursos para que essas novas ideias possam desenvolver soluções tecnológicas. "Nós já tínhamos esse Edital em parceria com o Sebrae e a Acic Labs e conduzimos ele para que fosse fomentado essa forma de inovações, não só no ambiente inovador, mas também tecnológico, como medidas para auxiliar nessa retomada econômica", explicou o diretor técnico da Fundetec, Fabrício Barbi.

Foram mais de 60 inscrições, mas só as 30 selecionadas nessa primeira fase do edital farão o processo de maturação e evolução de suas ideias. Já na segunda fase serão escolhidas dez startups que terão ajuda financeira, como esclarece o diretor. "As melhores serão classificadas para a segunda fase do processo que seria, além de receber o suporte operacional e técnico de capacitação, elas também receberão subvenção financeira, que será de R$15 mil, para cada uma auxiliar na evolução da sua atividade".

O objetivo do edital é estimular a criatividade, inovação e o empreendedorismo e, mesmo aqueles que não forem selecionados para a segunda fase, podem continuar no processo se tiverem interesse, porém, sem auxílio financeiro, mas por meio do CIT (Centro Incubador Tecnológico) da Fundação.

Centro Incubador Tecnológico

O CIT é o setor da Fundetec que oferece suporte estrutural, técnico e gerencial a empreendedores que apresentam em sua proposta de produção, inovações em potencial. É oferecido apoio aos empreendimentos dentro da metodologia do CERNE (Centro de Referência e Apoio a Novos Empreendimentos), com a finalidade de otimizar o alcance de resultados positivos junto à sociedade empreendedora e, principalmente aos incubados, promovendo o desenvolvimento destes de maneira a fomentar seu processo de graduação e inserção definitiva no mercado.

O CIT/Fundetec é certificado pelo Instituto Becker na metodologia CERNE. A gestão da incubadora canaliza todos os esforços e apoio incondicionais rumo ao crescimento com sustentabilidade da incubadora e melhoria do desempenho dos empreendimentos.

Centro de Inovação

Outra ação na solenidade foi a homologação para a revitalização do antigo Terminal Oeste, que servirá de sede para o Centro de Inovação, ou seja, uma extensão da Fundetec mais próxima da população. “Homologamos hoje o contrato com a empresa ganhadora para fazer todos os projetos de paisagismo, urbanismo, estruturais e arquitetônicos do antigo Terminal Oeste, para que a gente transforme aquele local num Centro de Inovação e quem sabe até trazer uma franquia da Google para fazer a mentoria do espaço”, disse o presidente da Fundetec, Alcione Gomes.

 

Saiba quem são 30 selecionados nessa primeira fase: https://radardeinovacao.com.br/