Agricultores se especializam na fabricação de doces na Agrotec

Redigido por: Assessoria

A Agrotec (Escola Tecnológica Agropecuária) em parceria com o Senar-PR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) realizou nesta segunda e terça-feira (09 e 10) um curso de geleias e doces pastosos/corte para homens e mulheres da área rural de Cascavel. Com duração de dois dias o curso possibilitará aos agricultores usar e aperfeiçoar os novos conhecimentos na produção desses alimentos.


Durante as aulas, a professora Leonilde Capitanio ensinou como fazer diversos tipos de geleias, entre elas, laranja, pimenta com maçã e hibisco, bala de banana, goiabada, cocada tradicional, abóbora e casca de abacaxi, doce de batata doce e demais guloseimas pastosas .

 

A aluna Maria Giselda da Silva contou em nome do turma como foi a experiência durante o curso: “Estamos muito agradecidos por instituições que se envolveram para fornecer este curso. Foi muito gratificante e enriquecedor, pois é algo que as pessoas já sabiam fazer, mas puderam melhorar os conhecimentos e também aprender dicas que ainda não conhecíamos ”.


A especialização neste ramo é muito importante, pois o produtor se destaca no mercado e aumenta ainda mais sua renda. A professora nos passou conhecimento com muita nitidez e paciência e eu creio que, principalmente, para aqueles que já trabalham com isso vai ser muito enriquecedor para a melhora dos produtos, tanto na produção quanto na apresentação”, ressaltou a aluna.

 

Participação em cursos

Para participar de cursos selecionados pela Agrotec, basta entrar em contato pelo telefone: (45) 3225-1287 ou comparecer pessoalmente a escola no endereço BR 277 km 572 - Trevo São João do Oeste. Os cursos são gratuitos e ministrados por profissionais capacitados.

 

Senar- PR

 

É um Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - SENAR - Administração Central, que foi criado pela Lei Federal nº 8315, de 23 de dezembro de 1991 e regulamentado pelo Decreto nº 566/92, de 10 de junho de 1992, com o objetivo de organizar, administrar e executar no território brasileiro o ensino de formação profissional rural e promoção social do trabalhador rural.

Em caráter provisório ou Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, iniciou suas atividades em 1993, através do convênio entre a Confederação Nacional de Agricultura - CNA e a Federação de Agricultura do Estado do Paraná - FAEP, onde ocorreu e começou os primeiros programas de cursos.

Desde o início de suas atividades, o SENAR-PR estabeleceu o seu programa de trabalho fundamentado em alguns requisitos aplicáveis ​​nas Diretrizes de ação e permanência até os dias atuais. O Senar é mantido por produtores agrícolas e empresas do setor, utilizando o recolhimento de 0,2% ou 0,25% sobre o valor da comercialização de seus produtos agropecuários.

 

Agrotec

A Agrotec (Escola Tecnológica Agropecuária) é uma extensão da Fundetec, voltada para o setor agrícola. Com uma área de aproximadamente 127 hectares, o espaço é dedicado à geração de receitas, realização de cursos de capacitação, destinado especialmente aos agricultores, agroindústrias, profissionais e estudantes. A Agrotec atua ainda como uma vitrine tecnológica na divulgação de inovações geradas no campo por meio de seminários, palestras e dias de campo. 

A Escola Tecnológica possui áreas dedicadas à agricultura, fruticultura, cana-de-açúcar, pecuária (bovinocultura, avicultura e pastagem), além de um viveiro de mudas que produz espécies vegetais nativas e frutíferas da região.

Na área também encontra-se o Telecentro Comunitário, que permite a inclusão de agricultores e familiares digitais, que não possui acesso a tecnologias de informação e comunicação digital. O espaço também contém o Núcleo de Agroindustrializados, local projetado para a realização de cursos e desenvolvimento de produtos, a partir do leite, carnes, aves, pescados, frutas e vegetais.