Fundetec Sem Fronteiras: Projeto CRIAR é realizado na Bahia

A escola escolhida foi a Escola Municipal Costa Borges no interior do estado

No último final de semana (20/10), o instrutor de informática da Fundetec, Samuel Ribeiro, esteve na cidade de Barreiras apresentando o projeto de robótica CRIAR. Foram realizadas oficinas com alunos do 9º ano da rede pública de ensino.

Conforme a BNCC (Base Nacional Curricular Comum) o avanço tecnológico e a multiplicação de celulares e computadores estão diretamente ligados ao hábito de utilização cotidiana desses jovens. Diante dessas interações multimidiáticas e multimodais, a BNCC tem a proposta de trabalhar com uma intervenção social que contextualiza o uso da tecnologia ao conteúdo aplicado, desenvolvendo essa, que é uma das competências gerais citadas pelo documento.

Pensando nisso, a Fundetec, levando em consideração a experiência de sua equipe na aplicação de tecnologias educacionais em escolas públicas de Cascavel e Toledo, desenvolveu o modelo pedagógico para aplicação do Ensino de Programação e Robótica e realiza workshops e palestras divulgando o projeto CRIAR, Brasil a fora.

O instrutor Samuel apresentou o software Scratch e o kit pedagógico, onde os alunos puderam despertar a criatividade estimulando a criação de objetos.

A diretora da Secretaria Municipal de Educação Aldecy Oliveira Queiroz relata que "adorou o projeto, lindíssimo, e que o município tem a pretensão de, no próximo ano, fazer a implantação de um projeto semelhante em 5 escolas de educação infantil do município".

O Projeto CRIAR é desenvolvido pela Fundetec, nas escolas municipais de Cascavel e Toledo desde 2015 no período de contra turno das escolas. Os alunos participantes além de se tornarem mais participativos também desenvolveram maiores habilidades nas áreas da matemática e ciências.