20/06/2017
Workshop reúne representantes de Parques Tecnológicos em Curitiba

O Conselho Estadual de Parques Tecnológicos (CEPARTEC) realizou, nesta terça-feira (20) na Federação das Indústrias do Paraná (FIEP) em Curitiba, o Workshop Diagnóstico dos Parques Tecnológicos, com a participação de representantes das 15 iniciativas de parques tecnológicos existentes no estado, das Secretarias de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) e da Fazenda (Sefa), de universidades, Tecpar, FIEP, IAPAR e SEBRAE.

No período da manhã, a programação contou com a apresentação de todas iniciativas e, no período da tarde, o grupo trabalhou com base nos quatro eixos considerados fundamentais para a consolidação e diagnóstico da situação atual: Marco Regulatório, Governança de Gestão, Universidade e Empresa e Financiamento e Fomento.

“Esta é uma importante oportunidade para ouvirmos as experiências que já estão se desenvolvendo em diversas regiões do estado, para que juntos possamos então termos claro o diagnóstico da situação atual e avançarmos para a construção de uma política concreta dos Parques Tecnológicos do Paraná”, ressaltou o secretário da Seti, João Carlos Gomes. O secretário lembrou que, ainda no segundo semestre, deve ser realizado um novo evento com a participação de representantes de parques tecnológicos de outros estados e países, com o objetivo de conhecer outras experiências já consolidadas.

Na primeira etapa de trabalhos, os membros do CEPARTEC visitaram todas as iniciativas de parques tecnológicos existentes no estado e observaram pontos fortes e aqueles que merecem mais atenção. Agora, com os dados e informações obtidas no workshop será possível elaborar os próximos passos do conselho.

O coordenador de Assuntos Econômicos da Sefa, Francisco de Assis Inocêncio, explicou que cada participante recebeu uma ficha para, com base nas apresentações da experiência de cada parque tecnológico, preencher suas observações a partir dos quatro eixos de trabalho, para analisar o que não existe no seu parque e considerações importantes para aquele eixo. “A proposta do workshop é realmente de um trabalho em grupo para a realização de um diagnóstico consolidado. Este é um momento fundamental em que o CEPARTEC consegue reunir todos os atores que pensam a inovação no Paraná,” disse.

Uma importante iniciativa na região de Toledo é o Parque Científico e Tecnológico de Biociências (Biopark), primeiro parque tecnológico da área de saúde do estado. O diretor, Antônio Torquato, destacou a importância do CEPARTEC como parceiro auxiliando na organização dos parques tecnológicos. “É um apoio importante que o Governo do Estado nos dá para que possamos avançar em inovação ainda mais, contribuindo desta forma para o desenvolvimento regional.”

Para o gerente da Unidade de Ambiente de Negócios do SEBRAE, César Risseti, é importante ter a política de indução que o conselho está desenvolvendo. “Já avançamos em muitas questões no que diz respeito ao desenvolvimento tecnológico mas é preciso uma política que induza. Este incentivo que vem por meio do conselho é importante dentro da estratégia do Governo para que tenhamos uma política assertiva, efetiva e que apresente resultados imediatos para o Paraná diante da maturidade que já possuímos.”

CEPARTEC - O Conselho Estadual de Parques Tecnológicos, criado no ano passado, tem a missão de elaborar uma política pública para a implantação de parques tecnológicos. Entre as funções do conselho estão as de mapear as iniciativas existentes nessa área, apontar segmentos prioritários, aprovar e acompanhar a implantação dos parques além de buscar fontes de recursos para os projetos. Presidido pelo governador Beto Richa, o Cepartec conta com a participação de secretarias de Estado, universidades, entidades representativas de classe e institutos de pesquisas.