05/06/2017
Fundetec apresenta a Diretores de Escolas de Toledo, Workshop sobre Robótica Educacional

    O Laboratório de Inovação da Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico de Cascavel - Fundetec, realizou um workshop com diretores das escolas municipais de Toledo, que participaram da oficina de Introdução a Robótica Educacional no mês de maio em Cascavel. A atividade aconteceu na Escola Municipal Anita Garibaldi, no Jardim Europa, nessa segunda-feira (05).

    O prefeito, Lucio de Marchi, e a secretária de Educação, Janice Salvador, acompanharam a atividade, que contou com a participação do presidente da Fundetec, Alcione Tadeu Gomes, e dos coordenadores do projeto. O workshop foi realizado pelo instrutor e coordenador do Projeto de Ensino de Programação e Robótica da Fundetec, Jocemar do Nascimento.

    Na oportunidade foi possível conhecer o material apresentado pela Fundetec para o projeto de Robótica Educacional e as etapas do conhecimento que são trabalhados com cada faixa etária, desde a pré-escola ao quinto ano (no caso da rede municipal de ensino).  

    A Smed avalia a hipótese de implantar um projeto piloto junto a uma das escolas do município e estabelecer uma cooperação técnica com a Fundetec. A escola Aloys João Mann, em Cascavel, desenvolve ações na área de robótica no contraturno escolar desde 2015. Os resultados obtidos na melhoria da aprendizagem dos alunos foram compartilhados na oficina realizada.

    O prefeito Lucio de Marchi comparou as gerações atuais com aquelas anteriores ao surgimento e desenvolvimento das tecnologias. “Quando eu era pequeno era especialista em arrumar bicicletas, não existiam computadores. Essa geração já nasceu na era da informática e tecnologia, portanto precisamos estimular esse conhecimento desde cedo. Esse projeto é uma excelente oportunidade para nossos alunos, nós mantemos uma política de boa vizinhança com Cascavel e sei que temos muitos conhecimentos que podem ser compartilhados”, afirmou.

    A secretária de Educação manifestou o desejo de buscar algo a mais para os alunos toledanos. “Queremos que o sujeito tenha um perfil inovador, que possa agir em situações inusitadas. As crianças de hoje em dia estão mais limitadas e nós queremos justamente despertar neles essa curiosidade e criatividade. Tudo que seja coerente com nossa proposta pedagógica, que seja um projeto viável”, explicou Janice.

    Segundo Janice, a intenção é iniciar o projeto piloto em Toledo já no segundo semestre de 2017. Para isso o município irá adquirir um kit básico de produtos no valor aproximado de R$ 25 mil. Entre as 6 mil peças do kit estão uma impressora em 3D, leds, baterias, pilhas e outros materiais necessários para o desenvolvimento das aulas.

    O presidente da Fundetec, Alcione Tadeu Gomes, disse que somos agentes dessa transformação. “Antigamente o comerciante brigava pra ter um orelhão em frente do comércio dele, pois dava bastante público. Hoje ele quer que tire esse mesmo orelhão, pois só atrapalha. Nós somos agentes dessa transição. A capacidade e energia de nossas crianças não pode ser desperdiçada. Temos que pensar o que fazer para melhorar essa capacidade criativa deles”, afirmou Alcione.

    Ele ressaltou ainda que a Fundação está de portas abertas a todos os municípios da região para a implantação de projetos em parcerias, não só o Projeto de Ensino de Programação e Robótica, mas todos os demais realizados pela instituição.

Texto : Dielson Pickler