Sucesso! Café Tecnológico AGRO recebe mais de 250 participantes

Na última sexta-feira (14), aconteceu o tão esperado Café Tecnológico AGRO 2018. O evento reuniu mais de 290 pessoas, que mesmo em um dia chuvoso, puderam prestigiar um dia de grande aprendizado nas mais diversas áreas do agronegócio. O destaque foi o uso da tecnologia como forma de inovar e crescer no mercado.

ABERTURA

A abertura do Café foi realizada pelo prefeito de Cascavel Leonaldo Paranhos, que falou sobre a importância de eventos como o Café Tecnológico AGRO para a região oeste paranaense. “Quero parabenizar a Fundetec por este evento. Nossa característica é agrícola, temos que usar as nossas terras”.

Paranhos também falou sobre a importância da Fundetec para a cidade de Cascavel, ressaltando a mais recente premiação na qual a fundação foi premiada na categoria “Projeto Inovador 2018”, pela implantação do DISS (Dispositivo Inteligente de Segurança e Serviço). “Ontem em Ponta Grossa recebemos o prêmio de Prefeito Inovador e os certificados de Projeto Inovador, pelo DISS, que foi desenvolvido aqui na Fundetec. Vamos implantar mais 130 totens do DISS na cidade, como sugerido pela Fundetec. Já agradeci ontem, mas quero deixar mais uma vez os agradecimentos para os técnicos da fundação”.

O presidente da Fundetec, Alcione Gomes, também subiu ao palco para agradecer a presença de todos e falar um pouco mais dos grandes projetos que a fundação vem desenvolvendo. “Desde 1993 estamos avançando, criamos diversos setores como a AGROTEC, o Centro Incubador Tecnológico e mais recentemente o Condomínio Empresarial. No futuro queremos implantar o Parque de Agroinovação. Nós estamos trabalhando para tornar Cascavel uma cidade melhor”. Após encerramento de sua fala, se deu início ao ciclo de palestras.

MANHÃ DE APRENDIZADO: PALESTRAS

O primeiro palestrante do dia foi o Secretário de Agricultura e Abastecimento da Paraná, George Hiraiwa, que falou sobre o “Ecossistema de inovação AGRO e tecnologias aplicadas ao Agronegócio”. Segundo ele é necessário inovar sem medo “Não precisa ficar pensando, vai na boa. O importante é ter mentoria, isso cria um ambiente de inovação por natureza”.

Após a palestra do secretário, seguiram palestras da Emater, Finep, Unioeste, IBGE e do professor Dr. Marcio Mafra. A Cooperativa LAR também palestrou.

EMATER – Produção Hidropônica em Containers: uma alternativa de negócios

FINEP (João Florêncio) – Fontes de Fomento e Oportunidades de Inovação

UNIOESTE (Jerry Johann) – Imagens de Satélite como Instrumento de Monitoramento Agrícola

IBGE - Censo Agro 2018 – As Transformações na Agropecuária Paranaense nos Últimos 10 anos

Professor Dr. Marcio Mafra - A Utilização do PLASMA como Forma de Germinação  

TARDE DE INCENTIVO: STARTUPS E NEGÓCIOS

No período da tarde, foi a vez das apresentações de startups de Londrina e Maringá, que trouxeram seus CASES para apresentar e incentivar os participantes a iniciarem os próprios negócios na área agro.

Os CASES apresentados foram:

TatilFish, startup de Londrina, é composta por uma estação flutuante automatizada e um sistema de controle de equipamentos totalmente conectados, permitindo ao produtor acesso aos dados em tempo real, possibilitando a tomada de decisões estratégicas no manejo. O controle de equipamentos essenciais, como aeradores e alimentadores, garantem a economia de recursos, aumentando a lucratividade.

Termoplex, startup de Londrina, desenvolveu uma solução inovadora para o controle de temperatura e umidade nos silos de grãos, focando na otimização da qualidade do produto, redução de perdas, na eficiência da operação e obtenção da informação e na economia de energia e recursos.

Trace Pack, também de Londrina, oferecem mais eficiência na gestão do ciclo logístico reduzindo custos com operação e aumentando a segurança contra roubos.

FarmGo, startup de Maringá, ajuda a tornar as operações no campo mais eficientes, através do uso de tecnologias exponenciais como Drones, Redes de Satélites, Inteligência Artificial, IoT, resultando no aumento de produtividade e maior rentabilidade na produção agrícola.

Também ocorreram duas palestras voltadas para a área de negócios, ministradas por Jorge Quevedo e Ricardo Bernardi Castilhos. Jorge falou sobre os “3 elementos para o sucesso das Startups do AGRO”, enquanto Ricardo ficou responsável por falar sobre “O Canvas e suas potenciais integrações”.

O evento foi finalizado as 17h00. Os participantes saíram satisfeitos e com vontade de aprender mais ainda sobre os temas debatidos.